17/06/2013 12:06

Angélica fala sobre filhos com Fátima Bernardes

Fátima Bernardes recebe Angélica para conversar no programa Encontro

Da Redação
OsPaparazzi
Angélica foi convidada para conversar com Fátima Bernardes no programa Encontro, da Rede Globo. Angélica falou sobre seus filhos, sua carreira e sobre seu casamento. Em uma conversa muito agradável, Fátima Bernardes fez várias perguntas para a apresentadora do Estrelas, Angélica também revelou um apelido carinhoso de seu marido Luciano Huck.

Angélica no programa Encontro
Angélica no programa Encontro com Fátima Bernardes

Com o nascimento de Eva, Angélica disse que se tornou uma mãe mais feminina. Depois de ter tido dois meninos, Joaquim e Benício, Angélica disse ter sido mais moleca. Durante a entrevista, Angélica disse que a 'fábrica fechou', ela não pretende ter mais filhos. Fátima Bernardes mostrou alguns vídeos da carreira de Angélica, um deles foi quando Luciano Huck levou Angélica para Fernando de Noronha, em 2000.

Fátima Bernardes relembrou momentos da primeira gravidez de Angélica, ainda quando apresentava o Vídeo Game, no Vídeo Show. Angélica se despedia dos fãs para entrar em licença maternidade. Em conversa, Angélica disse que é mais difícil retornar para o trabalho do que sair do trabalho. Veja fotos do batizado de Eva, terceira filha de Angélica e Luciano.

Em certo momento da entrevista, Fátima atende uma ligação de Luciano Huck. Ele comenta sobre quando levou Angélica para uma ilha deserta e afirmou que queria ela para sua vida. Em seguida, Angélica chamou Luciano de "Pipo", um apelido carinho do casal.

Angélica se lembra de quando começou a namorar Luciano Huck, que na época em foram para Fernando de Noronha ele apenas 'ficaram' e não rolou nada sério. Mas depois de dois ou três anos, o namoro começou de verdade quando fizeram juntos o filme "Show de Verão". Fátima Bernardes também relembrou que Angélica cantando a música "Vou de Taxi" completou 25 anos.

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.