21/10/2013 10:48

Caetano Veloso cita Chico Buarque em biografias

Polêmica das biografias no Brasil continua. Caetano Veloso e Chico Buarque estão no mesmo lado

Da Redação
Os Paparazzi
A polêmica das biografias no Brasil ganhou mais um capítulo neste domingo, 20, em coluna de Caetano Veloso no jornal O Globo. Caetano Veloso defendeu o amigo Chico Buarque ao falar sobre a proibição das biografias não autorizadas. Chico Buarque e Caetano Veloso estão do mesmo lado: contra a publicação de biografias não autorizadas. Críticos dizem que isso é censura. Nas redes sociais, é possível encontrar divergências por todos os lados, com versões e mais versões discordadas. Afinal, você é contra ou a favor a polêmica das biografias?

Chico Buarque e Caetano Veloso biografias
Chico Buarque e Caetano Veloso e as biografias

"A questão das biografias sempre foi essencial para Chico Buarque. Se entendi bem, ele tem mais interesse nisso do que em Ecad ou Procure Saber. Qualquer insinuação de barganha com Roberto Carlos para que este apoiasse as mudanças na gestão coletiva da arrecadação de direitos é injusta com todos nós", escreveu Caetano Veloso no jornal O Globo.

Além de defender Chico Buarque, Caetano Veloso ainda citou a participação de Paula Lavigne no programa Saia Justa do GNT. Diretora do Procure Saber, Paula Lavigne foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais após sua participação no programa Saia Justa no GNT. O clima esquentou entre Paula Lavigne e Barbara Gancia, que é contra a proibição das biografias aos escritores. "Os xingamentos e as distorções não podem esconder o fato de que sua beleza, seu carisma e sua sinceridade deram vida ao programa de TV a que foi. E que é sua coragem que a leva a pôr a cara a tapa", defendeu Paula Lavigne, que é mulher de Caetano Veloso.

A polêmica das biografias começou quando o Rei Roberto Carlos conseguiu vetar a publicação de um livro que contava a história de sua vida. O "biografado", no caso, Roberto Carlos, não concordou com alguns pontos destacados no livro biografia. A obra foi então vetada de circular à venda nas livrarias do Brasil. Isso é censura? Ou a pessoal que é biografada tem esse direito, hein? De um lado, Chico Buarque, Caetano Veloso, o Procure Saber e outras estrelas defendem que as biografias devem ser vetadas, sim. Já de outro estão os que pedem a liberdade e o fim da censura. De qual lado você está, hein?

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.