14/11/2013 08:42

Cinema brasileiro: filme Gonzaga é o favorito

Confira os vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2013

Da Redação
OsPaparazzi
Um filme bem brasileiro e de extrema estima pelos apreciadores da nossa cultura venceu o XII Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, estamos falando do filme Gonzaga - De Pai para Filho, de Breno Silveira. Das 26 categorias do festival, o filme Gonzaga foi indicado em 15, vencendo cinco delas, sendo o melhor longa-metragem de ficção, melhor direção, melhor ator, melhor ator coadjuvante e melhor som. O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro foi transmitido ao vivo nesta quarta-feira, 13, pelo Canal Brasil.

Filme Gonzaga de Pai para Filho
Filme Gonzaga - De Pai para Filho é premiado pelo cinema nacional

Outro filme premiado da noite foi "Raul ? O Início, o Fim e o Meio", de Walter Carvalho, vencendo nas categorias melhor longa-metragem documentário, melhor montagem de documentário e melhor documentário pelo voto popular. O filme Heleno, com atuação de Rodrigo Santoro e Alinne Moraes, e direção de José Henrique Fonseca, levou quatro premiações: melhor maquiagem e figurino, melhor direção de arte e melhor direção de fotografia.

O documentário A Música Segundo Tom Jobim, de Paulo Jobim, venceu na categoria melhor trilha sonora. E o troféu na categoria melhor trilha sonora original foi para André Abujamra e Marcio Nigro pelo filme 2 Coelhos, que também venceu como melhor montagem de ficção e melhor efeito visual. O melhor curta-metragem de ficção premiou "Laura", com direção de Thiago Valente. E o melhor curta documentário foi para "Elogio da Graça", de Joel Pizzini.

Dira Paes foi eleita a melhor atriz pelo filme "À Beira do Caminho" e o melhor ator foi Júlio Andrade, pelo filme Gonzaga. O filme francês Intocáveis venceu como melhor longa-metragem estrangeiro e também pelo voto popular. A melhor atriz coadjuvante ficou para Ângela Leal, pelo filme Febre do Rato e Leandra Leal, por "Boca". O melhor ator coadjuvante foi Cláudio Cavalcanti, por "Astro - Uma Fábula Urbana em um Rio de Janeiro Mágico" e João Miguel, pelo filme Gonzaga - De Pai pra Filho.

Nesta edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2013 a atriz Ruth de Souza foi a homenageada. Ela foi a primeira atriz negra a realizar um espetáculo no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, alem de ter sido a primeira brasileira a receber indicação internacional, o Leão de Ouro em Veneza por "Sinhá Moça".

O melhor longa-metragem de ficção pelo voto popular e melhor roteiro original foi para "Febre do Rato", de Cláudio Assis. Já o melhor roteiro adaptado foi para David França Mendes, do filme Corações Sujos. O melhor filme infantil foi para "Peixonauta - Agente Secreto da O.S.T.R.A.", de Célia Catunda e Kiko Mistrorigo. E a melhor animação foi eleita "Brichos II - A Floresta é Nossa", de Paulo Munhoz. O melhor curta-metragem de animação foi "Cabeça de Papelão", Quiá Rodrigues. E a melhor direção de arte foi para os filmes: Xingu, Corações Sujos e Heleno.

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.