18/04/2015 13:09

Ed Motta dá show e ganha as manchetes

Nunca falou-se tanto sobre um show de Ed Motta. O motivo? Ele causou nas redes sociais

em São Paulo
OsPaparazzi
Ed Motta fez seu primeiro show pós "causada nas redes sociais" nesta sexta-feira, 17 de abril, em São Paulo. OsPaparazzi esteve na apresentação do cantor. E destacamos um fato interessante: nunca um show do músico contou com tamanha cobertura jornalística aqui no Brasil. Uma lista de repórteres e fotógrafos lotaram o setor reservado para a imprensa. Os próprios produtores de Ed Motta se surpreenderam com a lotação: "Só se fala em Ed Motta agora, né? Está impressionante mesmo", admitiu um dos funcionários.

Ed Motta causou nas redes sociais após fazer comentários contra o público brasileiro. Ele pediu desculpas. Mas o caso ainda repercute. O crítico musical Umberto Cardoso esteve na apresentação e comentou o fenômeno. "Virou um show à parte toda essa repercussão. Imagino que a audiência esteja lá em cima. Porque ele nunca foi tão popular como está hoje, se pararmos para pensar. Mas a polêmica causa tudo isso. As críticas, os brasileiros que odiaram as declarações, dizendo que ele não gosta de cantar em português, que seu público é chique, está na Europa, é um público refinado, inteligente; e também, surpreendentemente, os que gostaram. Enfim, vira um circo, vira Trending Topics no Twitter, bombando nas redes sociais, na televisão. No fundo, no fundo, invariavelmente, virou um grande golpe de marketing, por que não?", observou.

Ed Motta show São Paulo
Ed Motta durante show em São Paulo

No show com ingressos esgotados, Ed Motta voltou a pedir desculpas e fez um pedido aos fãs. "Faço um pedido super especial. Quem puder filmar. Pelo amor de Deus. Vou esperar cada um pegar seu celular. É a versão Manuel de relógio branco", disse ao abrir o show. Vale lembrar que ele havia criticado os relógios brancos dos brasileiros e também os pedidos de "Manuel", sua música mais famosa, no comentário postado anteriormente.

Pelo Facebook, Eduardo Motta, 43 anos de idade, escreveu: "São Paulo meu maior público no Brasil, cidade que me sustenta substancialmente desde 1988! A atenção, educação, e respeito de sempre com minha arte. Foi emocionante pra mim, numa semana difícil por conta de minhas declarações, São Paulo vem e me abraça como um parente amado. Sempre amei SP, e condutas como essa só colocam minha admiração em estado de graça. Agradeço a Deus por me permitir fazer música, e poder honrar isso a cada dia da minha vida".

Manchetes para Ed Motta no Brasil: Ele tem turnê de shows com ingressos à venda pela Europa. Mas, claro, também faz shows no Brasil. Detalhe: nunca teve tanta divulgação e repercussão sobre seus shows. Vamos aos números:

- Televisão: Globo, Record, SBT e Band estiveram presentes na apresentação com suas equipes;
- Globo.com: Esteve no show com repórteres, fotógrafos e cinegrafistas. Destaca reportagem completa sobre o show, com vídeo com Ed Motta cantando e tocando piano, galeria de fotos e fotos dos pratos que foram servidos aos convidados antes do show;
- Site Ego: Também mostra vídeos e fotos do show. Destaca o set-list, com todas as músicas tocadas no show. Além de reportagem detalhada sobre o assunto;
- Terra, Uol e Ig: Outros grandes portais nacionais também destacam reportagens especiais sobre o show;
- Jornais: Estadão e Folha de SP entrevistaram o cantor nos últimos dias para falar sobre o assunto.

Em entrevista ao jornal Estadão, Ed comentou que virou a nova Odete Roitman do Brasil, ou seja, um vilão de novela. Mas ele descartou falar sobre arrependimento. "Do conteúdo original do meu texto, não me arrependo nem de uma vírgula do que escrevi. O conteúdo original tem um quê de ironia, de brincadeira, não tem aspecto raivoso, de ódio (...) Meu grande erro foi a forma como eu respondi a essas pessoas, escrevendo coisas lamentáveis das quais não me orgulho", explicou. E acrescentou: "Me pegaram para Cristo. Parece que sou a Odete Roitman".

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.