22/06/2011 11:06

Por que Hollywood lança filmes no Rio de Janeiro

"Nunca antes na história deste país" tantos filmes de Hollywood tiveram lançamentos no Brasil

Da Redação
OsPaparazzi
OsPaparazzi mostra semana após semana: "sucesso de Hollywood tem festa de lançamento no Rio de Janeiro". Exemplos recentes? Rio foi lançado na Cidade Maravilhosa, com as presenças de Anne Hathaway, Carlos Saldanha e Jesse Eisenberg. Velozes e Furiosos 5 também teve festa de divulgação para os cariocas, com a presença de Vin Diesel. O mesmo acontece agora com a a première mundial de Transformers - O Lado Oculto da Lua, que trouxe ao Rio o diretor Michael Bay e os astros Rosie Huntington e Josh Duhamel.

Mas por que Hollywood se apaixonou pelo Rio de Janeiro de uma hora pra outra?

Transformers - O Lado Oculto da Lua Michael Bay e Rosie Huntington e Josh Duhame
Diretor de Transformers lança blockbuster no Rio de Janeiro e explica o porquê

A resposta está nas cifras. "Os estúdios querem vir para o Rio porque, em 2010, o Brasil superou o México em arrecadação nas bilheterias. Como o real está forte, temos que fazer menos reais para alcançar determinado patamar em dólares", explicou em entrevista Jorge Peregrino, vice-presidente de distribuição da Paramount. Em 2010, o mercado do cinema brasileiro arrecadou R$ 1,3 milhão e vendeu mais de 134 milhões de ingressos, recorde desde 1982.

No caso de "Transformers - O Lado Oculto da Lua", Michael Bay bateu o pé pela première no Rio de Janeiro. "É um mercado emergente, a Copa do Mundo será aqui, achei que seria uma boa", explicou o diretor, que trouxe a imprensa da América Latina e toda a equipe da Paramount para a Cidade Maravilhosa. Outros filmes já estão agendados com a Prefeitura do Rio de Janeiro para as próximas semanas: Os Pinguins do Papai, de Jim Carrey, Amanhecer - Parte 1, da Saga Crepúsculo, e O Gato de Botas, da DreamWorks (O Gato de Botas tem dublagens de Antonio Banderas e Salma Hayek).

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.