17/10/2012 11:02

Selton Mello ganha Prêmio Nacional do Cinema

Filme 'O Palhaço' é destaque do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2012

Da Redação
OsPaparazzi
Selton Mello ganha Prêmio Nacional do Cinema
Selton Mello ganha Prêmio Nacional do Cinema
O filme de Selton Mello, O Palhaço, teve grande destaque no 11º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2012. Selton recebeu o prêmio de melhor ator, melhor diretor, montagem e roteiro original. A atriz Deborah Secco também teve grande destaque, levou o prêmio de melhor atriz pelo filme 'Bruna Surfistinha'.

Selton Mello comentou sobre o cinema brasileiro. "Nós não somos só São Paulo e Rio de Janeiro. Somos Belém, Minas, Manaus, somos muita coisa. E é importante que o cinema mostre essa pluralidade toda. Acho que a gente tem conseguido, timidamente, mas com força e acho que cada vez mais a gente mostra nossa cara", disse ele.

"O Palhaço é um filme que não tem samba, não tem favela, não tem aquela coisa clichê. A pretensão era fazer um filme que falasse com o grande público e nós fomos muito felizes com o 1,5 milhões de telespectadores", completou o ator em entrevista aos jornalistas, após sua premiação na noite desta segunda-feira, 15, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

A novidade foi Selton Mello ter falado em entrevista que gostaria de fazer novamente novela. "Eu vi à 'Avenida Brasil' como um telespectador. Meus colegas estão fabulosos e é uma novela muito bem feita. Dá vontade de voltar a fazer novela. Gostaria muito. No momento, estou gostando muito de dirigir."

Deborah Secco foi a atriz vencedora da noite, ela atuou no filme 'Bruna Surfistinha' e conquistou o prêmio, ao subir no palco, a atriz ficou emocionada e agradeceu a toda sua família, em especial sua mãe, Silvia Fialho Secco. Deborah estava acompanhada do marido, Roger Flores.

Após receber o prêmio, Deborah Secco também falou sobre fazer cinema. "O cinema é uma das prioridades da minha vida. Eu ouvi de um amigo a seguinte frase: fazer cinema a gente perde dinheiro e eu concordo em partes porque, na verdade, nós temos patrocinadores. Em contrapartida, perdemos muito tempo fazendo filme. É um trabalho minucioso."

"O filme mudou a minha vida em muitas coisas e em muitos aspectos. Me fez atuar de outra forma. Me fez ver que o difícil pode se tornar possível", completou a atriz.

Também pelo filme 'Bruna Surfistinha', a atriz Drica Moraes recebeu o prêmio de melhor atriz coadjuvante, sendo bastante aplaudida. Durante as gravações do filme, ela foi diagnosticada com câncer e submeteu-se a um transplante de medula. "Aqui é a categoria sobrevivência. Agradeço a toda equipe que segurou as minhas ondas. Agradeço ao meu filho, Matheus, a minha equipe toda e, porque não, ao meu doador. Foi muito gostoso ter feito esse filme", disse ela.

Quer ser o primeiro a saber? Curta OsPaparazzi no Facebook!

Confira a lista dos vencedores do 11º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2012, e os indicados:


MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Marcelo Vindicatto e Selton Mello, por "O Palhaço"

André Ristum, Marco Dutra E Octávio Scopelliti, por "Meu País"
Bruno Mazzeo, Rosana Ferrão, José Alvarenga Jr. e Marcelo Saback, por "Cilada.com"
Cláudio Torres, por "O homem do futuro"
Jeferson De e Newton Cannito, por "Bróder"
José De Carvalho r Marcelo Laffitte, por "Elvis e Madona"

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Antonia Pellegrino, Homero Olivetto e José Carvalho, por "Bruna Surfistinha".

Braulio Mantovani, A.C. e Thiago Dottori, A.C. por "Vips"
Cecília Amado e Hilton Lacerda, por "Capitães da Areia"
Domingos Oliveira, por "Todo mundo tem problemas sexuais"
Marcelo Rubens Paiva, por "Malu de Bicicleta"

MELHOR FIGURINO
Kika Lopes, por "O palhaço"

Letícia Barbieri, por "Bruna Surfistinha"
Marcelo Pies, por "O homem do futuro"
Marjorie Gueller, por "Capitães da areia"
Tatiana Hernández, por "Lope"

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
Claudio Amaral Peixoto, por "O palhaço"

Adrian Cooper, por "Capitães da areia"
Alexandre Meyer, por "Assalto ao Banco Central"
Carlos Bodelón, César Macarrón e Lilly Kilvert, por "Lope"
Yurika Yamazaki, por "O homem do futuro"

MELHOR MAQUIAGEM
Marlene Moura e Rubens Libório, por "O palhaço"

Denise Borro e Marina Beltrão por "Capitães da areia"
Gabi Moraes, por "Bruna Surfistinha"
Marina Beltrão, por "Elvis e Madona"
Martín Macías Trujillo, por "O homem do futuro"

MELHOR TRILHA SONORA
Vladimir Carvalho, por "Rock Brasília"

Cláudio Kahns a partir da obra dos Mamonas Assassinas, por "Mamonas para sempre"
Edu Lobo, por "Não se preocupe, nada vai dar certo"
Jeferson De e João Marcelo Boscoli, por "Bróder"
Lenine, por "Amor?"

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
Plínio Profeta, por "O palhaço"

André Moraes e Chris Pitman, por "Assalto ao Banco Central"
Antonio Pinto, por "Vips"
Carlinhos Brown, por "Capitães da areia"
Dado Villa-Lobos, por "Malu de bicicleta"

MELHOR SOM
Jorge Saldanha, Miriam Biderman, Ricardo Reis E Rodrigo Noronha, por "O homem do futuro"

Alessandro Laroca, Armando Torres Jr e Romeu Quinto, por "Vips"
Aloysio Compasso, José Louzeiro e Patrick O?Sulivan, por "Lixo extraordinário"
Branko Neskov, George Saldanha e Simone Petrillo, por "Capitães da areia"
George Saldanha, Luiz Adelmo E Paulo Gama, por "O palhaço"

MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO
"Meia-noite em Paris" ("Midnight in Paris", EUA / Espanha), de Woody Allen
"Cisne Negro" ("Black swan", EUA), de Darren Aronofsky
"Um conto chinês" (Un cuento chino", Argentina / Espanha), de Sebastián Borensztein
"A pele que habito" ("La piel que habito", Ficção, Espanha), de Pedro Almodóvar
"Rio" ("Rio", Animação, EUA), de Carlos Saldanha

MELHOR CURTA-METRAGEM FICÇÃO
"Pra eu dormir tranquilo", de Juliana Rojas

"Contagem", de Gabriel Martins e Maurílio Martins
"Entre muros", de Adriana Tenório
"Máscara negra" de Renê Brasil
"Último dia", de Christopher Faust

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO
"A verdadeira história da bailarina de vermelho", de Alessandra Colassanti e Samir Abujamra

"Angeli 24 horas", de Beth Formaggini
"Gigante de papelão", de Barbara Tavares
"Ovos de dinossauro na sala de estar", de Rafael Urban
"Praça Walt Disney", de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira
"Procurando Madalena", de Ricardo Sá

MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMAÇÃO
"Céu no andar de baixo", de Leonardo Cata Preta

"As aventuras de Paulo Bruscki", dirigido por Gabriel Mascaro
"Céu, inferno e outras partes do corpo", de Rodrigo John
"Engolelogoumajacaentão", de por Alex Antunes, Guilherme Coutinho, Marão, Tiago
"Furicó e Fiofó", de por Fernando Miller
"Sambatown", de por Cadu Macedo

MELHOR MONTAGEM FICÇÃO
Marilia Moraes e Selton Mello, por "O palhaço"

Eduardo Hartung, por "Capitães da areia"
Felipe Lacerda, por "Assalto ao Banco Central"
Jeferson De e Quito Ribeiro, por "Bróder"
Manga Campion e Oswaldo Santana, por "Bruna Surfistinha"

MELHOR MONTAGEM DOCUMENTÁRIO
Pedro Kos, por "Lixo extraordinário"

Anna Penteado, Bruna Callegari, Diana Zatz, Felipe Igarashi e Rafael
Buosi, por "Mamonas para sempre"
Ava Gaitán Rocha, por "Estrada real da cachaça"
Baú Carvalho E Henrique Dantas, por "Filhos de João, o admirável mundo novo baiano"
Jordana Berg, por "As canções"
Sérgio Azevedo e Vladimir Carvalho, por "Rock Brasília"

MELHOR DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
Adrian Teijido, por "O Palhaço"

Gustavo Habda, por "Bróder"
Lula carvalho, por "Estamos Juntos"
Ricardo Della Rosa, por "Lope"
Ricardo Della Rosa, por "O homem do futuro"

MELHOR EFEITO VISUAL
Cláudio Peralta, por "O homem do futuro"

André Kapel, por "Bróder"
Cláudio Peralta e Marcelo Siqueira, por "Lope"
Diego Velasco-De Armas, por "Onde está a felicidade?"
Eduardo Souza E Rodrigo Lima, por "Bruna Surfistinha"

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Drica Moraes, por "Bruna surfistinha"

Cassia Kiss, por "Bróder"
Dira Paes, por "Estamos juntos"
Fabiana Karla, por "O palhaço"
Fabíula Nascimento, por "Bruna Surfistinha"

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Paulo José, por "O palhaço"

Ailton Graça, por Bróder"
Cauã Raymondm por "Estamos juntos"
Jonathan Haagensen, por "Bróder"
Tonico Pereira, por "Assalto ao Banco Central"

VOTO POPULAR: MELHOR LONGA-METRAGEM DE FICÇÃO
"O palhaço", de Selton Mello

"Assalto ao Banco Central", de Marcos Paulo
"Bróder", de Jeferson De
"Bruna Surfistinha", de Marcus Baldini
"O homem do futuro", de Cláudio Torres

VOTO POPULAR: MELHOR LONGA-METRAGEM DE DOCUMENTÁRIO
"Quebrando o tabu", de Fernando Grostein Andrade

"À margem do lixo", de Evaldo Mocarzel
"As canções", de Eduardo Coutinho
"Diário de uma busca", de Flavia Castro
"Lixo extraordinário", de João Jardim, Karen Harley e Lucy Walker
"Rock Brasília", de Vladimir Carvalho

VOTO POPULAR: MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO
"RIO" (Rio, Animação, EUA), de Carlos Saldanha

"Cisne negro" (Black Swan, Ficção, EUA), de Darren Aronofsky
"Um conto chinês" (Un Cuento Chino, Ficção, Argentina / Espanha), de Sebastián Borensztein
"Meia-noite em Paris" (Midnight in Paris, Ficção, EUA / Espanha), de Woody Allen
"A pele que habito" (La Piel que Habito, Ficção, Espanha), de Pedro Almodóvar

MELHOR LONGA?METRAGEM INFANTIL
"Uma professora muito maluquinha", de André Alves Pinto e Cesar Rodrigues

"Palavra cantada 3D ? Show brincadeiras musicais", de Carlos Garcia Magalhães e Marcelo Siqueira

MELHOR LONGA-METRAGEM DE DOCUMENTÁRIO
"Lixo extraordinário", de João Jardim, Karen Harley e Lucy Walker

"À margem do lixo", de Evaldo Mocarzel
"As canções", de Eduardo Coutinho
"Diário de uma busca", de Flavia Castro
"Quebrando o tabu", de Fernando Grostein Andrade
"Rock Brasília", de Vladimir Carvalho

MELHOR ATOR
Selton Mello, por "O palhaço"

Caio Blat, por "Bróder"
Cassio Gabus Mendes, por "Bruna Surfistinha"
Wagner Moura, por "Vips"
Wagner Moura, por "O homem do futuro"

MELHOR ATRIZ
Deborah Secco, por "Bruna Surfistinha"

Alinne Moraes, por "O Homem do futuro"
Débora Falabella, "Meu país"
Leandra Leal, por "Estamos juntos"
Simone Spoladore, por "Elvis e Madona"

MELHOR DIREÇÃO
Selton Mello, por "O palhaço"

Andrucha Waddington, por "Lope"
Cláudio Torres, por "O homem do futuro"
Eduardo Coutinho, por "As canções"
Jeferson De, por "Bróder"

MELHOR LONGA-METRAGEM DE FICÇÃO
"O palhaço", de Selton Mello

"Assalto ao Banco Central", de Marcos Paulo
"Bróder", de Jeferson De
"Bruna Surfistinha", de Marcus Baldini
"O homem do futuro", de Cláudio Torres

PRÊMIO ESPECIAL DE PRESERVAÇÃO
Gustavo Dahl


LONGA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO - MENÇÃO HONROSA
"Brasil Animado 3D", de Mariana Caltabiano

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.