30/07/2019 15:02

Stranger Things: Carta de Hopper emociona pais

Mensagem de Dia dos Pais perfeita é a carta de Jim Hopper para a filha; viu a terceira temporada?

Fernanda Santos
Os Paparazzi
Jim Hopper escreveu uma carta para a filha El na terceira temporada da série Stranger Things, disponível na Netflix. A carta de pai para filha emocionou pais e mães que assistem à série. Nesta reportagem especial analisamos o conteúdo da carta na íntegra. E destacamos a emoção de pais com a cena. Se você não assistiu à série, não tem problema. Não há spoiler aqui. Apenas informamos que a cena da carta de pai para filha é exibida no último episódio da terceira temporada de Stranger Things. Assista à cena no vídeo abaixo.

Começamos com a repercussão dos pais ao assistirem à cena de Jim Hopper e Eleven, quando a filha lê a carta escrita pelo pai. Aqui uma rápida introdução: Hopper escreveu a carta porque não encontrava uma forma mais tranquila de conversar com a filha sobre o namorado Mike. A ideia inicial da carta era simplesmente alertar sobre o namoro dos pombinhos, criar algumas regras, explicar que eles ainda são muito jovens. Mas a carta, no fim, se tornou uma emocionante mensagem de Dia dos Pais da série da Netflix com orientações para a filha.

Hooper carta filha Stranger Things S3 Netflix
A carta de Hopper em Stranger Things


"A carta do Hooper nos atinge em cheio. As crianças crescem muito rápido. Minha menina virou uma mulher. Essa é a mensagem", escreveu o pai Antônio Pontes, via Twitter. "Continue crescendo, garota. Não me deixe impedi-la. Cometa erros, aprenda com eles e, quando a vida lhe machucar - porque ela vai - lembre-se da dor. A dor é boa. Esse trecho da carta de Hopper é fantástico para a vida", postou Andrés Motta, através do Facebook.

Leia a carta de Hopper de Stranger Things na íntegra (em português)

"Tem uma coisa que eu estava esperando para contar a vocês – e eu sei que isso é difícil de dizer. Mas eu me importo muito com vocês. E eu sei que vocês se importam muito um com o outro e é por isso que é importante definirmos esses limites para que possamos construir um ambiente onde nós todos nos sintamos confortáveis, confiáveis e abertos para compartilhar nossos sentimentos. Sentimentos. Jesus. A verdade é que, por muito tempo, eu esqueci o que eles eram. Eu fiquei preso em um lugar – em uma caverna, você poderia dizer. Uma caverna escura e profunda. E aí, eu deixei alguns waffles na floresta e você entrou na minha vida e... pela primeira vez em muito tempo, eu comecei a sentir coisas de novo. Eu comecei a me sentir feliz.

Mas, ultimamente, eu acho que estou me sentindo... distante de você. Como se você estivesse se afastando de mim ou alguma coisa assim. Sinto falta de jogar jogos de tabuleiro todas as noites, fazendo extravagantes waffles de três andares quando amanhecia, assistindo a faroestes juntos até dormirmos.

Mas eu sei que você está envelhecendo, crescendo, mudando. E eu acho... se eu for realmente honesto, que é isso o que me assusta. Eu não quero que as coisas mudem. Então, eu acho que talvez seja por isso que eu vim aqui, para tentar talvez... parar com essa mudança. Voltar o relógio. Fazer as coisas voltarem a como eram.

Mas eu sei que isso é uma ingenuidade. Apenas... não é como a vida funciona. Ela está em movimento. Sempre se movendo, quer você goste ou não. E sim, às vezes dói. Às vezes é triste e às vezes é surpreendente. Feliz.

Então, quer saber? Continue crescendo, garota. Não me deixe impedi-la. Cometa erros, aprenda com eles e, quando a vida lhe machucar - porque ela vai - lembre-se da dor. A dor é boa. Significa que você está fora daquela caverna.

Mas, por favor, se você não se importar, pelo bem do seu pobre e velho pai, mantenha a porta aberta oito centímetros"


Carta original de Hopper de Stranger Things em inglês

There's something I've been wanting to talk to you both about - and I know this is a difficult conversation. But I care about you both very much. And I know you care about each other very much and that's why it's important that we set these boundaries moving forward so we can build an environment, where we ALL feel comfortable, trusted and open to sharing our feelings. Feelings. Jesus. The truth is, for so long, I'd forgotten what those even were. I've been stuck in one place - in a cave, you might say. A deep dark cave. And then, I left some Eggos out in the woods and you came into my life and... for the first time in a long time, I started to feel things again. I started to feel happy.

But lately, I guess I've been feeling... distant from you. Like you're pulling away from me or something. I miss playing board games every night, making triple-decker Eggo extravaganzas at sunrise, watching westerns together before we doze off.

But I know you're getting older, growing, changing. And I guess... if i'm being really honest, that's what scares me. I don't want things to change. So I think maybe that's why I came here, to try to maybe... stop that change. To turn back the clock. To make things go back to how they were.

But I know that's naive. It's just... not how life works. It's moving. Always moving whether you like it or not. And yeah, sometimes it's painful. Sometimes it's sad and sometimes it's surprising. Happy.

So you know what? Keep on growing up, kid. Don't let me stop you. Make mistakes, learn from 'em, and when life hurts you - because it will - remember the hurt. The hurt is good. It means you're out of that cave.

But, please, if you don't mind, for the sake of your poor old dad, keep the door open three inches.

Assista abaixo ao vídeo com a cena da carta. O vídeo tem spoiler. Então se você não assistiu ao último capítulo da terceira temporada de Stranger Things (S3), a dica é deixar para assistir depois.

Acesse a página Pais e Filhos com informações para papais e mamães.

Sugestões? Entre em contato com a nossa redação:

jornalismo@ospaparazzi.com.br

Vídeo

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.