11/02/2015 17:38

50 Tons de Cinza lembra comercial de perfume

Crítica Barbara Gancia deixa opinião sobre o filme Cinquenta Tons de Cinza, que está nos cinemas

Da Redação
Os Paparazzi
O filme "Cinquenta Tons de Cinza" estreia no Brasil, nos cinemas da Rede Cinemark, nesta quinta-feira, dia 12. Dentre as críticas espalhadas pela web sobre o filme, destaca-se a visão de Barbara Gancia, comentarista do Saia Justa, do GNT, e colunista da Folha. Ela passa uma visão crítica de uma mulher que vai assistir ao longa repleta de expectativas. Por que 50 Tons de Cinza faz tanto sucesso? A resposta, segundo as Greyzetes (apelido das fãs de Christian Grey, o protagonista), seria porque o filme personificaria o sonho feminino. O livro da britânica E L James tornou-se um fenômeno mundial, best-seller. Gancia queria ver toda essa magia do livro no filme. Mas ela saiu decepcionada...

Cinquenta Tons de Cinza filme Jamie Dornan Christian Grey
Cinquenta Tons de Cinza tem o dominador e galã Christian Grey

"O tal Christian Grey do ator Jamie Dornan tem meio metro de altura, tipão de mascote de boy band e só condiz com o macho viril e dominador se o paradigma for o Justin Bieber", brinca a colunista. "Anastasia Steele, criada pela atriz Dakota Johnson, é igualmente improvável. O único recurso dramático de que usa para nos convencer de que está sedenta de amor é morder o lábio inferior", acrescentou, comparando Anastasia Steele com a Cinderela (lembrando que o longa-metragem está no Festival de Berlim neste mês).

Ela segue a crítica do filme destacando as questões amorosas que são aguardadas no filme. Cadê as cenas sensuais de Cinquenta Tons de Cinza, hein? "O dominador não tem prazer no controle do outro, ele passa o filme inteiro, entre uma chicotada e outra, perguntando se a moça gostou. E ela apenas cede aos desejos dele para tentar arrumar um namorado nos conformes. Em nenhum momento sente prazer na viagem do Mr. Grey (...) É tanto moralismo papai e mamãe que você sai achando que acaba de assistir a um longo comercial de perfume", concluiu.

A diretora do filme, Sam Taylor-Johnson, justificou a ausência de cenas mais quentes em 50 Tons de Cinza: "É uma história de amor com muito sexo, mas o interessante, para mim, é a sensualidade das preliminares. No momento em que você vê a penetração, o erotismo acaba. Quem quiser ver explícito pode usar a Internet", comentou a diretora do filme, em entrevista à Folha. O filme Cinquenta Tons de Cinza agita os cinemas do Brasil, com venda de ingressos para pré-estreia e estreia. No elenco estão Jamie Dornan, Dakota Johnson e Jennifer Ehle.

A pergunta que não quer calar é: os fãs da saga, que devoraram os livros de E L James, estão aprovando o filme de Sam Taylor-Johnson. As comparações livro e filme são inevitáveis. E aí cada um vai ficar com a sua opinião... o Christian Grey de verdade é tudo isso?

Vídeo

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.