09/11/2010 15:00

Mangue Negro

Da Redação
Os Paparazzi
Já pensou fazer um filme de terror no Brasil, sem recursos financeiros, e com personagens zumbis? Tarefa complicada, não? Pois Rodrigo Aragão provou que isso é possível em "Mangue Negro" (2009). O filme de terror nacional foi filmado em Guarapari (ES), próximo à caso de Rodrigo. Com "Mangue Negro", Rodrigo estreou como diretor de cinema e chamou a atenção. Como conseguiu construir zumbis tão reais, mesmo sem recursos? Graças a paixão pelo cinema, que ele carrega desde pequeno, quando adorava criar efeitos especiais em mágicas ensinadas pelo pai.

Vamos à história de "Mangue Negro": um manguezal destruído pela poluição acaba contaminando os pescadores que nele se sustentam, transformando-os em zumbis. O que importa em "Mangue Negro" é fugir e sobreviver para então fugir de novo. A cada mordida, todos se transformam em criaturas abomináveis. Mas um sobrevivente vai tentar mudar esta história com apenas um machado e o amor por uma linda mulher.

Com equipe reduzida e R$ 50 mil conseguidos sem patrocínios ou leis, Rodrigo Aragão foi à luta e encarou o desafio de criar um filme brasileiro de terror. Todo o trabalho foi sendo desenvolvido aos poucos. E Rodrigo colocava tudo no YouTube ("Sob a Lama do Mangue Negro"). O capixaba conta com música original de Jaceguay Lins e Trilha sonora da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo, sob regência de Helder Trefzger.

Mangue Negro é uma prova de que mesmo sendo um terror produzir filmes no Brasil, é, sim, possível produzir boas obras. Mangue Negro tem duração de 105 minutos. Com direção e roteiro de Rodrigo Aragão, o filme conta com elenco desconhecido do grande público, com nomes como Walderrama dos Santos, Kika de Oliveira, André Lobo e Reginaldo Secundo.

Fique por dentro das últimas do cinema nacional! É só Curtir OsPaparazzi

Vídeo

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.