11/11/2010 12:00

O Beijo da Mulher-Aranha

Kiss of the Spider-Woman

Da Redação
Os Paparazzi
O Beijo da Mulher-Aranha (1985) é um filme marcante para duas personalidades do Brasil em especial: Sônia Braga, atriz, e Héctor Babenco, diretor de cinema argentino, naturalizado brasileiro. "O Beijo da Mulher-Aranha" foi o pontapé inicial para a carreira internacional de Sônia Braga. E foi a maior consagração da carreira de Héctor Babenco, que comemorou a conquista de um histórico Oscar para o protagonista de "O Beijo da Mulher-Aranha", o ator William Hurt. Sim, o Brasil teve sua participação no Oscar de 1985.

O clássico "O Beijo da Mulher-Aranha" conta a história de dois prisioneiros que dividem a mesma cela. Um é homossexual, Luís Molina (William Hurt), está preso por estupro a um menor. O outro é um prisioneiro político, Valentín Arregui (Raul Julia). Para fugir da triste realidade que o cerca, Molina inventa filmes cheios de mistério e romance e os conta para Valentín. O outro se irrita no início. Mas depois cede e passa a trocar ideias com o homossexual. A convivência faz com que os dois homens se compreendam e se respeitem. Uma improvável amizade começa a nascer.

Valentín passa a ser envenenado pelos carcereiros para que revele o que sabe. Já Molina passa ter segundas intenções, ou seja, seus sentimentos românticos por Valentín. O filme segue com mudanças surpreendentes na vida dos prisioneiros.

"O Beijo da Mulher-Aranha" é uma produção do Brasil em parceria com os EUA. O filme, que custou menos de 1 milhão de dólares, arrecadou mais de 17 milhões apenas nas bilheterias americanas. Foi o grande auge da carreira do cineasta Hector Babenco, que hoje é reconhecido no Brasil pelo filme Carandiru (2003). Já o ator americano William Hurt faturou um Oscar histórico em 1985!

E Sônia Braga? Foi o grande salto da atriz brasileira. Sônia Braga havia brilhado apenas no Brasil, com filmes de recordes de bilheteria como "Dona Flor e Seus Dois Maridos" (1976) e Gabriela, Cravo e Canela (1983). E com "O Beijo da Mulher-Aranha" Sônia Braga poderia ter ido ainda mais longe. O problema foi que a bela não sabia falar inglês na época das filmagens, e todas as suas falas tiveram que ser decoradas. Depois do longa Sônia estudou e se tornou o principal nome do Brasil no cenário da dramaturgia dos EUA.

Uma curiosidade para o cinema nacional aconteceu quando Hurt recebeu o troféu do Oscar de Melhor Ator de 1985. Ele utilizou a palavra intraduzível da língua portuguesa para agradecer o Brasil e a produção de "O Beijo da Mulher-Aranha": William Hurt disse "saudade".

O filme foi baseado no livro "El beso de la mujer araña", escrito pelo argentino Manuel Puig em 1976.

O Beijo da Mulher-Aranha, ou Kiss of the Spider-Woman, é um drama com duração de 120 minutos. No elenco há outros nomes conhecidos do grande público, como Mílton Gonçalves, Mirian Pires, Nuno Leal Maia, Fernando Torres, Denise Dumont e o então jovem Miguel Falabella.

Fique por dentro das últimas do cinema nacional! É só Curtir OsPaparazzi

Vídeo

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.