22/07/2019 15:57

Pedagogia Waldorf na educação infantil: entenda

Prejuízos causados pela tecnologia estão impulsionando o crescimento da pedagogia Waldorf

Da Redação
Pais e Filhos
A Pedagogia Waldorf, que completa 100 anos, ganha cada vez mais fama no Brasil. E a tecnologia é uma das "culpadas" nessa história de crescimento. Mas como assim culpada? Antes de entrarmos nos detalhes da Pedagogia Waldorf na educação infantil, vale lembrarmos o que é esse método e como ele funciona. O método Waldorf integra o desenvolvimento físico, intelectual e artístico das crianças em seu método de educação infantil. A meta é desenvolver crianças livres, integradas socialmente e responsáveis moralmente.

Waldorf x Tecnologia?

A Pedagogia Waldorf ganhou fama de hippie aqui no Brasil. De maneira superficial, pejorativa e sem profundo conhecimento, algumas pessoas classificam esse método como "hiponga". Assim como alguns defensores de Waldorf classificam os demais colégios como "caretas e robóticos". Veja um exemplo nesse depoimento: "As crianças são livres, contato com natureza, não tem prova, não tem decoreba. Eu acho que é zen demais", classificou uma das mães, em post publicado nas redes sociais da Faculdade Rudolf Steiner, de São Paulo.

Mas as opiniões de pais e professores estão mudando. Como mostramos a seguir, hoje em dia há colégios tradicionais que estão integrando características Waldorf em seus currículos. Ou seja, estão vendendo as ofertas "hippies" em escolas "caretas"?

Pedagogia Waldorf na educação infantil São Paulo São José dos Campos
Pedagogia Waldorf na educação infantil é contra a tecnologia para as crianças

"O aprendizado interdisciplinar da Pedagogia Waldorf: a matemática surge na amarelinha, nas aulas sobre o Egito e no tricô. Outro detalhe é o autoconhecimento, cultivado no incentivo às artes manuais, ao movimento corporal e ao contato com a natureza. Não faz tempo que esses eram conceitos alternativos para as demais escolas tradicionais. Agora não. Agora são ofertados como diferencial por quem martelava o marketing do ensino forte", destaca a colunista Laura Mattos, no jornal Folha de SP.

Waldorf é contra a tecnologia na infância

Você sabia que a Pedagogia Waldorf é contra o uso da tecnologia na infância em seu método de ensino para educação infantil? Pois é. Acrescenta a colunista: "A criança precisa se desenvolver antes de ser exposta às telas, a fim de que possa dominá-las, ao invés de ser controlada por elas. Na maior parte dos colégios de outras linhas, quanto mais cedo, melhor, e os tablets invadem até o ensino infantil", destaca Mattos.

Neste método de educação infantil não tem essa de joguinhos no tablet para crianças. Nem de músicas no celular para os filhos ficarem quietinhos. Nada disso. Tecnologia para educação infantil não rola mesmo.

"Os problemas da tecnologia para crianças são inegáveis. Em resposta à crescente demanda de famílias desesperadas, o Hospital das Clínicas se prepara para atender adolescentes dependentes de tecnologia a partir do segundo semestre. Os sintomas se assemelham aos do vício em álcool e drogas, como ansiedade, depressão, agressividade e abandono dos estudos (...) executivos de empresas de tecnologia do Vale do Silício estão matriculando os filhos em escolas Waldorf", conclui a colunista Mattos.

A Federação das Escolas Waldorf do Brasil conta com 88 filiadas e 180 em processo de filiação. No site da Federação não há escolas de São José dos Campos cadastradas oficialmente. Mas para quem procura Waldorf em São José dos Campos, a dica é conhecer o trabalho da Associação A Grande Árvore, na Avenida Anchieta, 1538, assim como o Jardim Aurora.

Acesse a página Pais e Filhos com informações para papais e mamães.

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.