27/07/2012 11:06

Cachorros e gatos: microchip, coleira e tatuagem em animais

Cada vez mais os donos de cães e gatos estão recorrendo a modernos métodos de identificação para seu animal

Da Redação
OsPaparazzi
Se você já passou pela experiência de perder seu cachorro ou gato, já deve ter pensado em quando encontrá-lo instalar um microchip, colocar uma coleira com identificação ou até mesmo tatuar seu animal. Mas o ideal é recorrer a estes métodos antes mesmo de seu animalzinho fugir. Desta maneira, você evita ter de colar cartazes com fotos do seu animal pela região e muitas vezes você acaba nunca encontrando seu pet novamente. Conheça as dicas de segurança para seu animal:

Placa de identificação para coleira: são feitas de cobre ou níquel e se encaixam na argola da coleira. Têm o nome, endereço e telefone do dono. Também é útil colocar o nome do cachorro, no caso de alguém ter de cuidar do cão até localizarem você. Se você estiver viajando, pode ser interessante marcar a chapa do carro numa plaquinha separada para essa ocasião. Conheça outras dicas para você viajar com seu cachorro.

Cachorros e gatos: microchip, coleira e tatuagem em animais
Coleira de identificação para cachorros e gatos

Microchip para cachorro ou gato: trata-se de uma cápsula do tamanho de um grão de arroz inserida sob a pele do pescoço do cachorro. Esse chip tem um número especial que identifica o dono, caso o cachorro se perca, e a maioria das organizações de resgate e alguns veterinários têm equipamento para escanear o dispositivo e verificar se o cachorro tem esse implante. O microchip em animais é um método oficial de identificação em viagens para o exterior ou em avaliações de saúde, como exames de displasia coxofemoral e dos olhos.

Cachorros e gatos: microchip, coleira e tatuagem em animais
Microchip para animais

O microchip em animais é um dispositivo eletrônico que possui um código único. Não tem rastreador nem GPS, como muitos pensam. Ele é um documento para os animais, um método de identificação imediato e seguro.Caso seu animal estiver perdido, desaparecido ou for roubado, ao ser levado a uma clínica que possua o leitor do microchip, imediatamente todos os dados dele serão descobertos.

A aplicação do microchip não dói e nem causa sofrimento nos animais. E sim, um método rápido e sem riscos. A aplicação deve ser na nuca e, apesar de a agulha ser grande, o animal não precisa ser sedado e não apresenta nenhum sangramento. A aplicação do microchip só pode ser feita por um veterinário. Uma curiosidade: se você for viajar para a Europa ou Japão, a aplicação do microchip para essas viagens é obrigatória.

Tatuagens em animais: são números de sete dígitos tatuados na parte de dentro da orelha do cachorro, com tinta indelével, e também podem ser usadas para identificar o filhote se ele se perder. Não é um meio oficial de identificação caso você pretenda viajar para o exterior. Essa tatuagem pode ser removida a apagará com o tempo, necessitando ser refeita. Mas também existem as tatuagens definitivas em animais, conheça essa a "arte" de tatuar os animais.

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.