29/03/2012 18:10

Dicas para cachorro e gato conviver juntos

Cães e gatos podem viver juntos e serem amigos sim, conheça dicas infalíveis para essa convivência

Da Redação
OsPaparazzi
Evitar brigas entre cachorros e gatos é uma tarefa que requer cuidados especiais. Ao trazer um filhote de gato para uma família que já tem um cachorro, pode ser estressante, mas paciência é o primeiro item das dicas que iremos passar. O mesmo caso serve para quem tem um gato e tenta inserir um outro gato na família.

cachorro e gato mostram que para o amor nada é impossível
Cachorro e gato mostram que para o amor nada é impossível

1. Não seja impaciente. A harmonização entre gatos e cachorros podem levar semanas e, às vezes, três ou quatro meses, o importante é nunca desistir. Ainda que, o gato filhote guando chega na casa nova ele precisa conhecer o ambiente e se acostumar com as novas rotinas.

2. Ajude o mais fraco a escapar. Verifique se há esconderijos e rotas de fuga disponíveis ao gato. Se necessário, é aconselhável estabelecer territórios separados para ambos os animais, mantendo portas fechadas e não permitindo o contato sem supervisão e coloque a caixa de areia do seu gato onde o cachorro não possa interferir quando o gato quiser usa-la.

3. Dê ração ao gato em local inacessível ao cachorro. Os gatos gostam de lugares altos, e provavelmente seu gato se sentirá mais seguro se você lhe der ração em uma prateleira confortável ou em cima de um armário de cozinha. E alimente seu cachorro separadamente e sozinho. Isso evita o risco de o gatinho "roubar" a ração canina (que, aliás, não é adequada para felinos) e vice-versa.

4. Não deixe o gato fugir. Mantenha a porta da sua casa bruscamente trancada até o gato e o cachorro estabelecerem convivência amigável. Isso também evitará a possibilidade de o gatinho fugir, talvez para sempre. E quando não tiver ninguém em casa, mantenha o gato e o cachorro em cômodos separados.

5. Fique de olho no cachorro. Até que o cão e o gato tenham chegado a um consenso e convivam bem, mantenha o cachorro preso na coleira, inclusive dentro de casa. Assim você poderá agarrá-lo caso precise controlá-lo, por exemplo, se ele tentar subitamente atacar o gato.

Essas dicas ajudam na socialização entre gatos e cachorros, porem não podemos prever a reação de cada cachorro ou gato, mesmo que seja um cão dócil, por exemplo o Retriever do Labrador, apesar do temperamento calmo dessa raça, pode acontecer deles estranharem um gato no seu ambiente. E pode ser que você apresente um gato para um American Pit Bull e ele reaja com naturalidade. Então, seja cauteloso ao apresenta-los e não perca a paciência.

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.