30/04/2012 20:06

Gatos de coleira: Dicas para treinar seu gato a andar de coleira

Quem disse que gato não combina com coleira?! Depois de treinados, os gatos gostam de dar uma voltinha de coleira

Da Redação
OsPaparazzi
Gatos de coleira, embora possa parecer incomum, é possível treinar certas raças de gatos. Apesar de serem altamente independentes e prezarem a liberdade, alguns gatos aceitam caminhar com o dono, controlados por uma coleira. Certas raças de gatos aceitam melhor o uso da coleira. A raça de gato Persa, por exemplo, tende a não gostar da ideia, mas o Russo Azul, o gato Siamês e Burmês aceitam caminhar presos com uma guia. A raça de gato Savannah também é facilmente treinada para o uso da coleira.

Gatos de coleira
Gato de coleira: Um método eficaz para eles não se sentirem tão presos dentro de casa

Os primeiros passos para treinar seu gato à andar na coleira:
O ideal é começar a treinar o gato ainda filhote para usar coleira. A guia não deve estar ligada à coleira da gato, mas a um arreio peitoral. Primeiro acostume o gato ao contato com o arreio colocando-o nele por períodos curtos dentro de casa, mas não prenda a guia nem tente guiá-lo para qualquer lugar nesse estágio. Não apresse o gato, pois paciência é fundamental em qualquer treinamento.

Depois que o gato se familiarizar com o arreio e não mais tentar se livrar dele com as patas, você pode prender a guia. Use uma guia leve e fina, especial para gatos e cães de pequeno porte. Guias de couro duro ou apertadas só são recomendadas para quem precisa controlar cães grandes e agitados. Agora deixe o gato andar pela casa arrastando a guia. Fique atento para ele não se enroscar nos móveis ou se sentir coibido. Aumente gradualmente o tempo de uso da guia.

Quando o gato deixar de se importar em rebocar a guia quase o dia inteiro, comece a segurá-la durante caminhadas curtas ao redor de casa e depois no jardim. Evite dar puxões abruptos e jamais arraste o gato. Com o passar do tempo, ele entenderá a ideia e passará a gostar dessas caminhadas em sua companhia. Não insista se o gato ficar aflito com o treinamento da guia ou tiver medo de ficar fora de casa sem saber o que pode vir a acontecer.

Gatos de coleira
Gatos de coleira: Eles podem te acompanhar num passeio ou viagem

Os cuidados com o gato nas caminhadas longe de casa:
Caminhadas longas, na mesma rua ou no campo, são muito diferentes. A aparição repentina de um cachorro barulhento ou de um gato estranho pode ocasionar machucados. Se necessário, pegue rapidamente o gato nos braços. Passeios no parque geralmente são viáveis, pois você pode levar a caixa de transporte para escondê-lo em caso de emergência.

Se o gato tiver a sorte de acompanhá-lo em uma viagem curta, a coleira pode ajudá-lo a explorar o novo ambiente, ao mesmo tempo que lhe possibilita manter o controle e prevenir sumiços indesejados em território desconhecido, especialmente ao ar livre. Atualmente, o mercado pet oferece inúmeras opções de modelos de coleiras, cores diferentes e acessórios. Mas uma simples coleira em que você possa identificar seu gato, com um número de telefone por exemplo, pode ser útil caso seu gato fuja de casa e alguém o ache perdido.

Curta Bicho Animal e receba noticias de gatos e outros bichinhos

Fotos de gatos de coleira

Comentários

PÁGINA PRINCIPAL | ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Todo o conteúdo deste website é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de seus idealizadores.