CelebridadesColuna SocialFilmesPais e FilhosBicho Animal
Divulgação

British Shorthair é raça de gato de 'Alice no País das Maravilhas'

British Shorthair é raça de gato de 'Alice no País das Maravilhas'

Da Redação, publicado em 09/02/2012.
O British Shorthair é, na Grã-Bretanha, o homólogo do europeu de pelo curto nos países da Europa e do American Shorthairdos Estados Unidos. Esta raça serve de referência por ser uma das mais antigas da Europa. Os ancestrais diretos do British Shorthair são os gatos domésticos provavelmente introduzidos na Gália pelos romanos, que os obtiveram direta ou indiretamente dos egípcios.

A verdadeira carreira do gato inglês como animal de exposição começou muito mais tarde, no século XIX, graças ao trabalho de seleção de Harrison Weir. Na primeira exposição felina em 1871 no Palácio de Cristal em Londres, a raça foi amplamente exibida e logo denominada "British", para distingui-las das raças estrangeiras recentemente introduzidas na Grã-Bretanha, e "Shorthair", para qualificar sua pelagem curta em relação à do gato Persae o Angorá Turco.
British Shorthair azul é uma raça robusta e chama atenção em exposiçõesFoto: Divulgação
A história do British Shorthair é marcada principalmente pela multiplicação de novas variedades, com o tipo permanecendo notavelmente estável. Reconhecido por todas as associações de criadores de felinos do mundo, o British Shorthair não é o gato mais popular das exposições européias mas faz sempre uma bela figura para o público, que aprecia a robustez, a estética e a naturalidade reunidas nessa raça.

São classificadas em cinco grandes grupos de variedades e todas são reconhecidas:
As pelagens uniformes: Essa raça precisa ter todas as cores de manto uniforme, sem manchas ou tabby. O branco é um especial. Ele deve ser puro, sem traços amarelados, com nariz e almofadas das patas cor de rosa. Os olhos podem ser azul claro, alaranjado ou misto, ou seja, um olho azul e outro laranja.

As pelagens tartaruga e suas derivações: As pelagens escama de tartaruga e chocolate são variedades que mostram áreas de pelos pigmentados de laranja e áreas de pêlos negros e cor de chocolate. O azul e o lilás são diluições genéticas das duas variações precedentes, apresentando áreas de cor creme com azul ou lilás. Nessas variedades, os olhos precisam ser acobreados ou cor de laranja.

As pelagens com a base do pelo descolorida: São divididos em três subgrupos, nos esfumaçados, os pêlos são descoloridos na base, é preciso assoprar sobre a pelagem ou escová-la ao contrário ao de seu crescimento para perceber a variação de cor. Nos Silver Shorthair, a parte descolorida representa dois terços do pelo. E nos Chinchilas, a pigmentação é reduzida a um oitavo na extremidade do pelo o que da no animal um aspecto prateado.
British Shorthair chinchila é uma das variações da raça e são muito elevantesFoto: Divulgação
Pelagens bicolores com manchas brancas: Se dividem um três subgrupos:
O branco que cobre um terço e, no máximo, a metade do corpo, formando se possível, um "V" invertido sobre a face. O branco que cobre entre metade e três quartos do corpo, sendo que as pintas de cor devem estar idealmente isoladas e separadas pelo branco. E o quase todo branco, com exceção de duas manhas entre os olhos, a base das orelhas e o rabo.

Pelagens tabby: Também se dividem em três subgrupos:
Os tabby marmorizados, nos quais as manchas são largas e formam desenhos particulares, como, um "M" na cabeça, linhas de máscaras nas faces, colares contínuos no alto do peito, anéis sobre o rabo, braceletes sobre as patas, etc.
Os tabby tigrados são gatos com listras mais estreitas que as dos marmorizados, paralelas entre si e perpendiculares à coluna vertebral. Os tabby mosqueados, nos quais a pelagem apresenta pintas distribuídas de forma regular sobre o ventre e as patas.
British Shorthair azul são gatos inteligentes e carinhososFoto: Divulgação
O British Shorthair é um animal compacto, o corpo fica perto do chão, sustentado por membros geralmente curtos e com forte ossatura. Os pés são bem redondos. O peito é profundo e largo. O rabo é de comprimento mediano, espesso na base e arredondado na extremidade. O rosto é redondo, com um crânio largo e faces planas. Os olhos são grandes, arredondados e bem separados, As orelhas são de comprimento médio. A pelagem é curta, densa e firme ao toque.

A qualidade de equilíbrio descreve perfeitamente o British Shorthair. Essa raça se adapta bem tanto num apartamento quanto no campo, onde pode exercitar seu sempre presente instinto de caça. A reprodução não representa nenhum problema e sua fertilidade é mediana em relação aos felinos em torno de cinco filhotes por ninhada. A cor dos olhos aparece progressivamente nos filhotes, fixando-se na cor do adulto após dois meses e meio.

Para todas as variações fora a dos brancos, traços de marca tabby podem existir, mas desaparecem na idade adulta. Nos filhotes brancos, nota-se as vezes uma curiosa marca na pelagem do crânio, que também desaparece conforme o animal cresce.
British Shorthair azul é uma raça que adora a companhia do seu donoFoto: Divulgação
Eles são muito independentes e afetuosos. Alem de meigo, sociável, com companheiro e carinhos. Apega-se facilmente a quem lhe de amor e carinho. Não costuma miar e, quando o faz, é num tom baixo. Muito brincalhão quando jovem, e mais sossegado quando adulto.

Um cuidado que deve ser tomado com essa raça especialmente para os gatos de cor branca, é o risco de queimaduras causadas pelo sol. E quanto à pelagem, precisa de escovação uma vez a cada 15 dias. Essa raça vive por volta de 15 anos e custa de R$ 2 mil a R$ 3 mil.

Uma curiosidade sobre o British Shorthair é que devido sua notável inteligência, torna-se a raça preferida de treinadores para filmes em Hollywood e comerciais de televisão. A raça British Shorthair ganhou popularidade na figura do gato "Cheshire" personagem do clássico desenho infantil Alice no País das Maravilhas.


Curta Bicho Animal e receba noticias de gatos e outros bichinhos
Comentários