CelebridadesColuna SocialFilmesPais e FilhosBicho Animal
Leonid Streliaev

Gramado

Gramado

Da Redação, publicado em 26/09/2011.
Nas vitrines das agências de viagem, ela é um dos destinos mais indicados. Famosa pelas belas paisagens, a cidade de Gramado (RS) agrada turistas de diversos cantos do Brasil e do mundo. Além do cenário único, muitos atrativos estão espalhados pelo município da Serra Gaúcha. Durante o inverno, os nevoeiros e as geadas transformam Gramado em uma cidade europeia. As baixas temperaturas são um convite para ficar aconchegado no hotel, ao lado de uma lareira, ou para experimentar uma das melhores gastronomias do país.

Na primavera, as flores deixam Gramado com diversos tons de cores e os passeios pelos parques ficam ainda mais bonitos. Surpreendente em todas as estações do ano, Gramado é um prato cheio para quem procura tranquilidade, diversão e uma viagem marcante. Veja o guia de OsPaparazzi sobre Gramado e confira as dicas para você aproveitar bem a cidade que é considerada uma das mais bonitas do Brasil.

Fique por dentro de tudo o que Gramado tem para te oferecerFoto: Leonid Streliaev

Você tem que saber

Para chegar em Gramado
Quem vai a Gramado de avião, desce no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre (RS). A empresa Citral faz a linha até Gramado, a 135 km de distância. A passagem custa entre R$ 21,90 (semi-direto) a R$ 28,25 (executivo). Para mais informações sobre preços e horários, acesse o site da Citral Transporte e Turismo.

Se você preferir ir a Gramado de ônibus, as empresas Itapemirim e Penha são as que têm mais linhas para Porto Alegre.

Mas se a viagem vai ser com a sua condução, você tem três opções para chegar a Gramado. Com a cidade de Porto Alegre como ponto de partida, as duas opções mais comuns são pela via Novo Hamburgo (BR-116) ou pela via Gravataí (RS-020). Quem sair de Caxias do Sul (RS) sentido Gramado, deve ir pela RS-235.

Quando ir a Gramado?
Assim como a maioria das cidades da Serra Gaúcha, a melhor época para conhecer Gramado é no inverno. Os nevoeiros e as geadas dão um toque europeu à cidade e os hotéis com lareira ficam ainda mais aconchegantes. Em agosto, Gramado é sede do Festival de Cinema, que recebe atores e diretores de produção nacionais e internacionais.

Quem gosta de flores, deve esperar a primavera para visitar Gramado. Nesta estação, as ruas do município gaúcho ficam muito coloridas e o trânsito é tranquilo. Outro ponto a favor desta época, é que as diárias de hospedagem estão mais baratas.

No fim do ano, a cidade fica totalmente iluminada. Por causa do Natal de Luz, Gramado oferece aos turistas muitos desfiles e shows. Impossível não sentir a magia do Natal em Gramado.

Onde ficar em Gramado?
Hospedagens em Gramado existem desde as econômicas até as mais caras. Não é difícil você encontrar aquilo que procura. Se o seu desejo é ficar em um lugar barato, mas que tenha boa infra-estrutura, a Pousada Villa dos Geranios é ideal para o seu perfil. Os chalés são aconchegantes e têm lareiras. Em baixa estação, a diária com café colonial incluso é a partir de R$ 100.

Quem quer conforto a preço moderado, o Natur Hotel pode ser o lugar que você procura. Com 31 quartos, o hotel tem sala de jogos, parque com playground, quiosques, sala com internet... Em baixa estação, a diária com café colonial incluso custa a partir de R$ 180.

Mas se você procura hospedagem de luxo, a Estalagem St. Hubertus tem tudo o que você quer. Localizada perto do Lago Negro, um dos pontos mais bonitos de Gramado, oferece decoração especial nos quartos e atendimento diferenciado. Em baixa temporada, o valor da diária é a partir de R$ 410.

Onde comer em Gramado?
Massas saborosas, fondues deliciosos, churrascos irresistíveis, vinhos marcantes... Se você já ficou com água na boca só de ler o que Gramado serve aos visitantes, imagine então como você ficará ao chegar aos restaurantes da cidade gaúcha. Com certeza, fome é o que você não vai passar.

Com forte descendência italiana e alemã, Gramado oferece diversidade de pratos para os turistas que por lá chegam. Mas prepare o bolso, pois é difícil encontrar um restaurante com comida barata. Em alguns, entretanto, vale a pena pagar mais caro.

Caso do Portugalia Restaurante, especialista na cozinha portuguesa. O bacalhau do Porto é bastante recomendado por quem já experimentou. O ambiente é muito aconchegante e o restaurante oferece um serviço diferenciado ? uma limousine para levar o cliente ao hotel onde está hospedado.

Bons pratos italianos você encontra na Cantina Pastasciutta. Os vinhos são excelentes e as massas muito bem preparadas. O atendimento também é muito elogiado. Se o seu bolso estiver preparado, conheça o Belle Du Valais. A principal tradição da casa são os fondues.

Quem quer economizar, procure os restaurantes Engenho da Colônia e Vale Quanto Pesa. A comida é boa e o preço não deixe ninguém assustado.

Mais dicas
Muitas atrações em Gramado são pagas. Portanto, reserve dinheiro para comprar as entradas. São poucos os lugares que oferecem desconto para estudantes, idosos, professores etc. Mas procure informações sobre o local antes de comprar o ingresso. Algumas atrações não valem o quanto custam.

Alugar um carro para conhecer Gramado e as cidades vizinhas é uma boa escolha. O trânsito em Gramado é bem organizado e sinalizado. Os motoristas respeitam bastante os pedestres, já quem a cidade não tem semáforos.

Faça pesquisas e pechinche os preços antes de fazer compras.

Seu perfil

Se a paixão te pegou...
Gramado deixa os casais ainda mais apaixonados. O clima frio da Serra Gaúcha é excelente para ficar juntinho nos parques, nos restaurantes, na lareira... E atrações para vocês é o que não falta.

O Lago Negro é um dos lugares que vocês devem visitar. As espécies das árvores que fazem margem ao lago são da Floresta Negra, na Alemanha. O cenário bonito convida as pessoas a passearem ao redor. O grande atrativo do lugar, no entanto, são os pedalinhos.

Não deixem de conhecer as lojas especializadas em chocolate de Gramado. Em algumas, que vocês poderão até acompanhar como é feito o doce, é possível sentir o cheiro do cacau já na rua. A Caracol, na avenida Dom Guanella, é uma das que tem produção própria.

Andem também na Rua Coberta. Ela é um calçadão que liga a avenida Borges de Medeiros à rua Garibaldi. Lá vocês encontraram lojas de malhas, couro, chocolate, cafés... Muito movimentada, a Rua Coberta também é palco para muitas apresentações. No Natal, ela fica toda decorada e recebe uma enorme árvore de Natal, conhecida como Árvore Cantante por causa dos corais que se apresentam de corais que acontecem lá.

Se aventura é o que te move...
Gramado pode surpreender você que tem estilo radical. Apesar de a cidade ser conhecida apenas pelas atrações para casais e famílias, ela tem opções para quem gosta de esportes.

Quem organiza essas atividades são empresas especializadas em ecoturismo. A empresa Apoema Ecoturismo, localizada em Canela, ao lado de Gramado, promove diversas atividades durante o dia e a noite.

Você poderá pilotar, por estradas de terras, quadrículos 4x4 para conhecer vários pontos aos redores de Canela e Gramado. O passeio custa R$ 160 (individual) e R$ 180 (duplo).

Outros esportes radicais você poderá praticar, como rapel, mountain bike, pêdulo, rafiting, trekking... Descubra a adrenalina que Gramado esconde.

Se a viagem vai ser em família...
Vocês não vão querer deixar Gramado tão cedo. Afinal, muitos lugares vocês podem conhecer. A começar pelo Mini Mundo, considerado um dos melhores parques da cidade gaúcha. Lá, vocês poderão ver réplicas de construções europeias, como castelos, casas e ferrovias.

As réplicas são 24 vezes menores do que o tamanho real. E o que dá vida aos cenários são os habitantes construídos também em miniatura. Apesar de tudo ser pequeno neste local, as emoções despertadas nos visitantes são grandes, independente da idade. Vale a pena conhecer o Mini Mundo.

Visitem também o Museu Hollywood Dream Cars e o Harley Motor Show. Até quem não gosta de motores fica encantado nesses lugares. No primeiro, vocês verão carros clássicos dos anos 1920 a 1960. Também estão expostas 15 motos Harley-Davidson.

Já o Harley Motor Show é um museu que também funciona como bar. Vinte e uma motos clássicas, alguma raras, podem ser vistas neste lugar. Lá vocês poderão ver, por exemplo, a Knucklehead, uma moto de 1946 e que foi usada na Segunda Guerra Mundial. O ingresso custa R$ 20.

E que tal ver em Gramado artistas como Elvis Presley, Charles Chaplin e muitos outros? No Museu de Cera, isso é possível. Lá existem bonecos dessas personalidades em tamanho real. As fotos ao lado das estátuas, no entanto, são proibidas. O museu fica na avenida das Hortênsias.

No roteiro de vocês devem estar um passeio ao zoológico da cidade. O Gramadozoo abriga cerca de 1.200 animais, todos da fauna brasileira. Durante o passeio, vocês receberão instruções dos educadores ambientais. A visita pode ser feitas, inclusive, durante a noite. É a oportunidade de vocês verem os bichos de um ângulo diferente. Os ingressos custam entre R$ 15 a R$ 18. Crianças menores de dois anos não pagam.

Se você vai para curtir...
A avenida das Hortênsias é o ponto de encontro dos jovens em busca de diversão. O agito em Gramado atrai não apenas turistas de outras regiões do Brasil, como também pessoas de cidades vizinhas, que encontram lá os bares mais badalados da Serra Gaúcha.

O Bill Bar é um dos mais famosos. Inaugurado em 1995, o local tem amplo espaço e capacidade para 1.400 pessoas. Lá, você poderá aproveitar as pistas de danças, as mesas de sinuca, jogar boliche e muito mais. Não é permitida a entrada de menores de 17 anos.

Visite também o Vox Music Bar. A principal atração da casa, que comporta 2.300 pessoas, são os shows de bandas gaúchas. Mas você também poderá se divertir com os outros atrativos do local, como as mesas de sinuca. O ingresso custa, em média, 15 reais.

Conheça ainda o Botequim Sant?Ana. Os DJ?s que tocam na casa levam a galera ao delírio. Em 2004, este bar ganhou o premio Ibest como o mais lembrado da cidade. E o título foi merecido. O estilo rústico e moderno agrada aos frequentadores.


Gostou da matéria? Compartilhe!
Comentários